UNA barbara e valentim

Edifício Bandeira

1/13

O Edifício Bandeira fica próximo a um importante eixo de mobilidade da cidade de São Paulo, conectado a estação de metrô e terminal de ônibus Vila Madalena. Essa condição definiu uma região de adensamento tanto para usos habitacionais, comerciais, como de serviços, de acordo com o novo Plano Diretor. O Edifício Bandeira é, assim, um exemplo de uma nova mofologia urbana que se tornou possível a partir da nova normativa, que além do adensamento, promove o alargamento das calçadas, uma maior arborização no passeio público, uso misto e fachadas mais ativas mesmo nos edifícios exclusivamente residenciais.
Essas premissas podem trazer mudanças importantes na escala da cidade e até mesmo para outros municípios, que historicamente tomaram como referência as principais leis urbanísticas de São Paulo. O Edifício Bandeira é, portanto, um exercício, feito com muito cuidado, sobre melhores padrões de habitações verticais, no contexto de uma cidade que, nos últimos 50 anos, foi moldada pela lei de zoneamento de 1972, que promoveu a verticalização sem adensamento em diversas regiões, bem como a predominância de edifícios exclusivamente residenciais, com a penosa separação de usos na cidade, além do movimento crescente de fronteiras violentas entre espaço público e o privado.
O projeto do Bandeira procurou inserir o edifício de forma delicada na cidade, apesar de sua alta densidade, com o desenho de dois volumes articulados entre si e com jardins abertos que ampliam o passeio público. Um alinhamento de cobogós (projetado especialmente para esse projeto) acompanha toda a frente do lote e cria uma dobra desenhando uma pequena praça arborizada voltada diretamente à calçada. Esse espaço está diretamente conectado às novas áreas vegetadas e arborizadas da calçada, projetadas junto com o escritório de paisagismo Soma Arquitetos. A permeabilidade visual do cobogó conforma uma fachada “rendilhada” e integra o jardim da calçada aos jardins internos do edifício, proporcionando uma relação muito gentil com o passeio público.

Local

São Paulo, SP

Data do início do projeto

2017 . 2021

Arquitetura

UNA arquitetos: Cristiane Muniz, Fabio Valentim, Fernanda Barbara, Fernando Viégas

Colaboradores

Maria Julia Herklotz, Camila Martins, Rodrigo Carvalho, Pedro Ribeiro, Manuela Raitelli, Julia Medeiros, Bárbara Francelin, Julia Moreira, Julia Jabur Zemella, Luis Fernando Milan, Sarah Nunes, Roberto Galvão Jr., Marie Lartigue, Joaquin Gak, Clóvis Cunha.

Escultura

Elisa Bracher

Incorporação

Nortis E Catuaí

Acústica

Echo Acústica

Caixilhos

Ps Consultores

Climatização

Williem Sheepmaker

Comunicação

Bijari

Decoração

Suíte Arquitetos

Elétrica

Fe Projetos

Estrutura de Concreto

Avila

Estrutura Metálica

Beltec

Fundações

Apoio

Hidráulica

In Prediais

Impermeabilização

Proassp

Luminotecnia

Sudio Ix

Paisagismo

Soma Arquitetos

Fotos

Leonardo Finotti